terça-feira, setembro 12, 2006

Acerca do 11 de Setembro...


"Jesus! This terrorist think-tank is going nowhere! Work with me people! Time to put our thinking caps on!"

...e desta vez do verdadeiro, i. e., do de 2001, vou dizer o que sai sobre o Osama. Assim, sempre evito à CIA a chatice de me enfiar num vôo ilegal para algum bastião da democracia do quilate de uma Polónia ou de uma Síria, para me convencerem a dar à língua, sob pena de me provocarem no organismo novas cavidades criadas artificialmente, se não o fizer...

A verdade, verdadinha...é que eu não sei do man (eu e mais alguns milhares de milhões de pessoas no mundo...duh!). Ignoro se lhe deu uma crise de figadeira e morreu e está enterrado algures na verdejante planície afegã, ou se , como pensa o pessoal da Teoria da Conspiração, está vivo, de boa saúde, e vive disfarçado num dos mais elitistas bairros de Massachussets, onde faz lobby para dificultar a adesão de sócios judeus e negros no golf club local, possuindo ainda uma mansarda na Martha´s Vineyard, ao lado da dos pais do Bush, onde todas as 4ªs à noite tem noitadas de poker e Jack Daniels com o George Senior, o Dick e o Don.

O que eu sei é que a idade não perdoa, e o Osama já não é o que era. Nem ele nem os ganda malucos da Al-Queda. O genocida mais querido do planeta está a perder a chispa, e isso revela-se no seu trabalho! Então não é que os génios do mal responsáveis por tais êxitos de marketing como o 9/11, o 11-M ou o 07/07, no 5º aniversário do seu grande hit, só conseguiram apresentar-nos um pobremente orquestrado, facilmente abortado, pequeno ataque directo contra a embaixada americana na (até ver) irrelevante capital síria, Damasco? Que flop!! Que é feito da criatividade assassina?

Várias tentativas de explicação:

A embriaguez do êxito! O sucesso do 9/11 pode-lhes ter subido às cabeças enturbantadas! Descansaram sobre os louros, e a continuar assim, é possível que de futuro a Al-Queda seja lembrada como pouco mais que um one-hit wonder!

Perda de interesse e consequente perda de mercado! O Ocidene ficou algo saturado e fechou as portas a novas tentativas de atentados. Apresenta-se como improvável uma nova diogressão na Europa e América do Norte! Que resta aos fundamentalistas senão os palcos pouco visíveis e saturados de um Médio-Oriente, um Sudeste Asiático ou uma África?

Pouco cuidado audiovisual! No início aqueles clips do Osama com o dedo espetado foram para a Al-Jazera o que o Video Killed the Radio Star foi para a MTV! Mas acabaram por se tornar algo repetitivos, e agora nem isso! Ou a Al-Jazera começa a comprar programas da FOX ou está bem fox-dida no share.

Problemas de financiamento! Quiçá a realeza saudita esteja farta de estar a financiar a Al-Queda por debaixo da mesa. Já se sabe como são esses putos ricos e mimados. Primeiro interessam-se muito por uma coisa, e pouco tempo depois voltam-se para outra!
Já estou a ver os princípes sauditas a pensarem para as suas túnicas sem botões: "Valha-me Alá! Estou aqui a gastar os meus ricos petrodólares, que tanto me custaram a ganhar (hi! hi! hi!), e com os quais poderia fazer umas férias de estalo em Las Vegas ou Marbelha, para os dar de mão-beijada a uns gajos dos quais só se ouve realmente falar de 2 em 2 anos! E além disso tanto tempo e dinheiro para formar pilotos de elite que só tem utilidade uma vez na vida!? Que desperdício!"

Deboche boémio! A crer em declarações de uma ex-amante do Bin Laden, este está mesmo a viver uma vida de Sexo, Drogas & Rock´n´Roll! Ele é sexo casual, fantasias com a Whitney Houston (nunca me tinha apercebido até que ponto este homem é mentalmente enfermo!), old school rock (Van Halen) e muita ganza pra cabeça! Tudo isso mina o compromisso de um homem com o seu trabalho, deixando-lhe pouco tempo para rezar e para planear a chacina de homens, mulheres e crianças inocentes!

A continuar assim, o papel de Osama como trunfo eleitoral do Bush pode estar em risco!