quinta-feira, setembro 28, 2006

Acerca da Floribella...


Eu posso-me orgulhar de ser um dos poucos portugueses que não vê, nunca viu nem pretende ver um único episódio da "Floribella" da SIC e dos "Morangos com Açúcar" da TVI!
Porém, como certos e determinados comentadores na imprensa e na TV que falam de qualquer assunto de cor, vou-me pôr a falar de coisas que desconheço, E de graça, ainda por cima!
Who´s your daddy?!

A primeira coisa que me vem à cabeça é que dos 3 canais de sinal aberto (sim, porque A 2 não entra nestas contas) de Portugal, a TVI é o melhor! É um canal que procura vencer sem olhar a meios, desprovido de qualquer padrão ético ou moral e de qualquer escrúpulo (diria maquiavélico, mas a verdade é que, contráriamente ao que soi pensar-se, Maquiavel em "O Principe" NÃO defendia uma total ausência de princípios e de ética), piroso até ao vómito, populista, popularucho...MAS é a melhor TV, porque as outras 2 querem imitá-la!
A tal de Floribella, pelo que penso saber é uma miúda de Vila Nova de Gaia, girinha q. b., e com uma forte pronúncia do Porto. De tal maneira que no princípio teve aulas com uma professora de dicção de Lisboa para "amaciar o sotaque nortenho!"
Esses lisboas são uns cómicos! Para eles, tudo que seja acima de Coimbra é "lá de cima", "lá do norte", "lá do Porto." Tal como os americanos que falam da "Europe" como se "Europe" fosse um único país homogéneo, para os lisboas "o Norte" é uma imensa região que engloba Douro Litoral, parte da Beira Litoral, Minho, Trás-os-Montes e Alto Douro e a Beira Alta, onde todos de Braga a Chaves falam "à Porto", e onde todos se dedicam alegremente à pastorícia, à pesca e à lavragem dos campos. De tal modo que a tal Flor teve aulas para não irritar tanto os delicados ouvidos dos lisboetas.
É típico dos nossos canais nacionais! Aliás, nós não temos canais nacionais, temos canais regionais de Lisboa. Nas notícias por exemplo, o que é que 85% dos portugueses têm a ver com o Parque Mayer, o túnel do Marquês ou a OTA?? Ainda há anos, o conhecido actor Virgílio Castelo produziu uma telenovela passada em Viseu e disse: "Vamos ter 2 ou 3 figurantes a falar com sotaque, mas o resto não, senão isso iria aborrecer as pessoas!" Por pessoas, leia-se lisboetas!
Nas produções fictícias de outros países, as personagens falam sempre com o sotaque da terra de onde são naturais. Chama-se a isso profissionalismo e realismo.

Pelos vistos a novela da SIC, com a sua óptica de contos-de-fada agrada muito a miúdos e a graúdos com mentalidades semelhantes, com as suas balelas que o dinheiro não traz felicidade (já dizia o Jaimão, com o seu nível de humor elegante e apurado na satíra da canção da Floribella "Sou pobrezinha, mas tenho uma coninha!"), e que os pobrezinhos e bons ganham sempre. Qualquer miúdo de bairro aos 6 anos já não coimpra essa história!

Entretando, mais tristes ainda que as pessoas que perdem o tempo a ver isso, são as pessoas que se dão ao trabalho de criar hate-blogs como este aqui.

São "críticos" desses que ajudam a manter viva a celebridade!!!

4 Comments:

Anonymous astropastor tornou público que...

Sergy acho que não são só os lisboetas. De Aveiro para baixo, pensam que nos dedicamos todos à pastoricia, ou então somos padeiros, que fazem croissants com sotaque à porto...

1:17 da manhã  
Blogger Little Bastard tornou público que...

Xôr Andrade Sérgio, então era uma posta acerca das floribelas e coisas que tais e ficou-se pelo regionalismo pequenino? Fugiram-lhe os dedos?
Continue com o bom trabalho, mas a militância anti-lisboa era francamente dispensável. Afinal, de nós diz-se que somos todos paneleiros. Cá por mim, antes dedicar-me à pastorícia...

12:36 da manhã  
Blogger Sergy tornou público que...

"A militância anti-lisboa" deve ser entendida como uma brincadeirinha:)

2:05 da tarde  
Anonymous Lusotopia tornou público que...

Eu sou outro cidadão português que nunca viu ou pretende ver a Floribella ;)

Realmente muitos jornalistas dos canais nacionais são ignorantes. Tratam o resto do país, para além de Lisboa, como algo secundário.

Nos telejornais da manhã, porque é que continuam a passar o trânsito que faz em Lisboa ou Porto? Ou porque é que nos dias de sol continuam a dizer que está um bom dia para ir à praia? Então as pessoas do interior não contam?

Tiques de um país que não se respeita.

10:26 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home