domingo, julho 09, 2006

O grande circo


Quiçá não concordem, mas para mim o Inferno deveria ter um círculo especial para os fabricantes, promotores, patrocinadores, proprietários, pilotos, staff técnica e fãs de "desportos motorizados".

Que querem, de F1 a motociclismo, de karting a NASCAR, não vejo aquilo senão como um grande, enorme e gordo desperdício. Desperdício de combustível, desperdício de dinheiro, desperdício de tempo.

A meu ver, aliás, chamar aquilo de "desporto" é tão insultuoso como chamar as touradas de desporto. Para mim o desporto é uma actividade saudável que desenvolve o físico e também o espírito, que promove a vida salutar, o espírito de equipa, o companheirismo, que nos ensina a ser competitivos, a aceitar a vitória com brio e a derrota com dignidade (por esse caminho, o futebol também não é um desporto, mas enfim...).

Nos desportos motorizados, se bem que podem dizer que é de admirar as proezas de condução dos pilotos e o entendimento com a staff técnica nos pit stops, o que se vê é vários gajos a desperdiçarem um recurso caro e não muito abundante como seja o combustível, a provocar poluição do ar e sonora, para andar às voltas sem parar, pondo em risco a vida dos pilotos, do staff e mesmo do público. Para ganhar dinheiro em publicidade de produtos prejudiciais como tabaco e alcóol, e para promover os carros dos construtores. O que há de desportivo nisso?

2 Comments:

Blogger Jane tornou público que...

Tanta revolta em relação aos desportos motorizados?! Será algum recalcamento de infância?

Que tal experimentar antes de criticar?

12:40 da manhã  
Blogger Sergy tornou público que...

Não é recalcamento, é só desinteresse absoluto.
Quanto a experimentar...já experimentei ver muitas e é essa a minha opinião.

8:10 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home