sábado, julho 15, 2006

Boavista uber alles!

Gosto muito de vadiar pela Rotunda da Boavista, provavelmente a minha zona favorita da Cidade. Lá tem um parque onde se pode curtir a natureza adornado com um monumento evocativo das guerras napoleónicas, em que um leão inglês esmaga a águia imperial (um amigo meu de Lisboa apreciou soremaneira a temâtica esculpida, pois fez uma transposição mental para o campo do futebol nacional), tem um half-pipe de skateboard/ring de XXX-Sports com uma Casa da Música anexada, tem o S. C. Brasília com o Mundo Fantasma, a livraria Nova Fronteira e outras lojas baris, o Parque Itália com a Piranha e a Pulga, o Bom-Sucesso com os cinemas Medeia. E depois tem slogans engraçados como este:




Quando vejo frases destas não consigo deixar de sorrir, porque penso sempre: "Isto é na reinação ou é a sério?" Porque a coisa que mais se parece a um discurso de supremacia branca é...a sátira de um discurso de supremacia branca! Se repararem os chavões estão todos lá. A paranóia do controlo dos media pelos judeus, defendendo uma política contra os brancos, política essa que passa claramente por promover a imigração e defender tudo que seja contrário à moral e bons costumes judaico-crist...perdão cristãos como o sexo, o aborto e a droga.

Por acaso, por um lado concordo com eles! De Jesus Cristo a Freud, de Espinoza a Anne Frank, de Franz Kafka a Woody Allen, de Dustin Hoffman a Barbra Streisand e Lou Reed...

...E quanto a negros, de Eusébio a Pelé, passando pela esmagadora maioria dos futebolistas brasileiros, Michael Jordan e os grandes nomes da NBA, Nelson Mandela, Martin Luther King, Spike Lee, Samuel L. Jackson, Denzel Washington, Bob Marley, Jimi Hendrix, Ray Charles, Nat "King" Cole...

o mundo não seria melhor sem todos esses undermensch?

Sem dúvida é esta a opinião do Mário Machado, o tal que acha inconstitucional negarem-lhe o direito de defender a sua casa com armas anti-tanque.

Porém ele até um humanitário que vai em missão à Alemanha participar em Manifestações pela Diversidade. Básicamente a Diversidade entre Nazis do Norte da Europa, Nazis do Leste da Europa e Nazis do Sul da Europa, e como este pode ser um mundo mais pacífico se os 2 últimos reconhecerem a superioridade dos 1ºs.

2 Comments:

Blogger velvetsatine tornou público que...

Desculpa a correcção mas é undermensch. Falta lá um "s".

De facto slogans desses não deixam de ter piada, mas não sei o que será mais preocupante e /ou hilariante: se são a sério ou de facto a brincar.

Por mais que tente não consigo entender neo-nazis ou simpatizantes de extrema-direita (ou lá como as criaturas se auto-denominam) e a sua relação com a DIVERSIDADE. Não consigo também entender como podem os neo-nazis around the world relacionar-se uns com os outros - existe aí algo que me escapa e ainda não entendi o quê. Mas julgo que terás aí descortinado a "essência da coisa":

se os 2 últimos reconhecerem a superioridade dos 1ºs

12:16 da tarde  
Blogger Sergy tornou público que...

O alemão não é o meu forte!:)
Danke!:)

1:54 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home