terça-feira, junho 27, 2006

Portugal está nos 1/4 de Final? Ora Bolas!

Penso não ter como nem porque negar ser um aficionado de futebol. Admiti-lo não me rebaixa como pessoa, não afecta o meu civismo, inteligência ou cultura, tampouco atenta contra a pluralidade e heterogeneidade dos meus gostos, interesses e ocupação dos tempos livres.

Porém estou ciente que é só um jogo, um desporto, um espectáculo. Não é uma batalha, uma questão de honra, muito menos uma matéria de vida e morte. Mas respeito quem não comunga da minha fé.

O que me custa mais a engolir é que certas pessoas critiquem a selecção nacional de futebol (e mesmo desejam que seja eliminada) porque com a selecção a ganhar as pessoas ficam "cegas para os reais problemas do país", e "embarcam em patrioteirismos exagerados".

Em primeiro lugar, um bocado de patriotismo puro, sem qualquer nota de fanatismo nacionalista, racismo ou xenofobia não fica nada mal a um povo. Sim, é triste só sermos patriotas no futebol, mas é melhor do que nada.

Em segundo lugar, as pessoas não vão resolver os seus problemas e os problemas gerais do país só porque está a decorrer um campeonato mundial de futebol. A estagnação continuaria, então porque rejeitar um pouco de alegria a este povo, uma válvula de escape para as suas crises diárias? Quem é capaz de dizer que alienação não pode ser alegria?

1 Comments:

Blogger Anacleto de Sá Viola tornou público que...

100% apoiado, quem não gostar do patriotismo «exagerado» que guarde as bandeiras. Se calhar parte dessas pessoas iria festejar efusivamente caso vissem uma bandeira espanhola desfraldada em x da portuguesa. São os portugueses «de x em qd», alguns quase espanholistas ferrenhos. Enfim... deixem a malta festejar mas é!

4:22 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home