quinta-feira, junho 01, 2006

Axl who?

A respeito do Festival Rock in Rio Tejo, uma amiga minha disse-me que ia lá com o marido, só havia o problema de escolher o dia. Ela queria ir no sábado passado ver os Xutos&Pontapés e os Guns´n´Roses. Acho isto uma cavalada de todo o tamanho.

Ir ao Rock in Rio ver Xutos é a mesma coisa que num dia especial ir a um restaurante de luxo e jantar frango no churrasco. É sempre agradável mas muito batido. Três palavras para quem foi ver Xutos ao Rock in Rio: “Queima”, “das” e “Fitas”.


Já ver Guns´n´Roses…pode até ser bom, mas não compro essa história. Recuso-me mesmo a aceitar que semelhante
aberração exista! É obsceno! Sinto-me qual Bento XVI a fazer o seu solóquio nas ruínas de Auschwitz: “Onde está Deus?” que permite que essa fantochada subsista em 2006!?

Passo a explicar. Quando estava no secundário amava os Guns de todo o coração. Sabia (e sei) as músicas todas de cor. Eles podiam ter sido enormes! Mais populares que os Beatles (ok, nem tanto, mas percebem a ideia). Quais Rolling Stones de
fin de siècle podiam perfeitamente terem-se tornado uma banda que enchesse estádios com fãs de todas as gerações bem dentro da década de 2020! E eles enchiam estádios! E eram populares! Deixaram-nos um EP, 3 LPs (na verdade 2, sendo que um deles dividiu-se em 2 álbuns) de originais, mais um de covers. E o que achava eu desses álbuns? Electricidade auditiva, uma descarga sonora viciante e contagiante!

Depois…o fim! Sem mortes, suicídios, ODs…mas o Fim! As explicações do costume, divergências artísticas, luta de egos…para muitos o ego de Axl foi o verdadeiro
Yoko Factor que contribuiu para a perda de uma banda mítica.

Por isso, com a cegueira do fanático eu digo não! NÃO a esse falso profeta, a esse redneck quarentão, barrigudo e fodido pelas drogas que se ousa passar pelo Axl e que canta covers das músicas dele!
Mas certas coisas não morrem! Numa parte do meu coração será sempre 1991, eu terei sempre 16 anos. E o Slash, o Izzy Stradlin, o Duff McKagan (nem vou relembras as estúpidas e recorrentes piadas infantis que eu fazia com os meus amigos acerca desse nome) nunca saíram da banda!
A selva deixou-te bem fodido, minha doce criança! Paciência!

5 Comments:

Blogger magicgypsy tornou público que...

Percebo a grandeza dos Guns. Eu era mais Nirvana.
Acho que este texto está lindíssimo. Honesto e emocional sem ser piegas.

2:21 da tarde  
Blogger Sergy tornou público que...

A santíssima trindade da minha adolescência: nirvana/guns/metallica

3:09 da tarde  
Blogger unknown soldier tornou público que...

o gajo cantou o que todos queriamos ouvir... essa é a verdade!!

11:44 da tarde  
Blogger Tere tornou público que...

Eu estive lá amiguinho, fui ver Pitty e gostei muito, mas uma coisa te digo... quanto aos Guns: TENS TODA A RAZÃO, primeiro o gajo tá gordo como um cerdo... e o folego ...bem o folego diz-me que ele não e o Axel...
Bonito texto... BJokas gds

11:26 da manhã  
Anonymous astropastor tornou público que...

Apoiado sergy. Mas para o público alvo do Rock in Rio até se percebe. Até é melhor que ele esteja assim, como uma fotocopia muito esbatida, mas mais controlada do que foram os Guns.

3:37 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home