sábado, março 18, 2006

Still not my big comeback...

...mas a oportunidade ofereceu-se-me para poder arrotar mais um post...de pescada, pleno de humor inteligente e de fina ironia para toda a família.
Como devem ter notado, ou não, esta semana não escrevi nada desde 2ª-Feira...o que até pode nem ser uma má coisa! A verdade é que o meu PC está com problemas e não sei quando poderei voltar à auto-estrada da informação.

O que me leva hoje a escrever é a constatação de a TVI voltar a pôr no ar outro daqueles execráveis reality shows realmente estúpidos. E como eles não ligaram pevide à sugestão que eu lhes deixei aqui, sobre o campo de concentração, desta feita o concurso será sobre um circo...um circo de aberrações, talvez. Mas a verdade é que eu não faço intenção nenhuma de ver isso, salvo se me garantirem que um tigre ou um leão vai comer um qualquer membro do Castelo-Branco, preferencialmente o-que-quer-que-seja-que-ele-tenha-entre-as-pernas dele.

Mas não me cabe dissertar sobre este novo programa. Nem irei aqui voltar a escolher o JCB como alvo lógico de piadas fáceis. Nostálgico, apetece-me recuar a tempos mais doces e primitivos, ao tempo do 1º Big Brother, aquele do chico-esperto ("deixa-me cá ganhar esta merda a fazer-me de coitadinho, porque o povo português adora os zés-ninguém") do Zé Maria que toda a gente teve pena porque nunca chegou a foder a Susana, do Marco que fodeu metaforicamente a Sónia e que fodeu literalmente a Marta, do Telmo que fodeu literalmente a Célia e que fodia literalmente a língua Portuguesa, e do Mário, com os seus "tassavere" que o acabaram por atirar para Custóias.

Por esses idos, se bem se recordam, houve um senhor que ganhou notariedade porque vivia ao lado da casa de Venda do Pinheiro (uma localidade bem natalícia), e que sempre que algum concorrente saía, ia para lá para aparecer na tv a dizer "Só me apetece ganir".
Essa frase, como se sabe, foi imortalizada por um boneco do Guilherme Leite, esse génio de um humor do calibre de um Batanetes ou de um Prédio do Vasco, que tinha um personagem que era um campesino alentejano que expressava, com o sotaque quente e cantante da planície alentejana, a vontade de expelir toda a mágoa do Meio-Dia ferido, lavrar o seu protesto e exorcizar toda a dor existencial que lhe minava a alma emitindo um som-simulacro do pungente gemido canídeo.
À pala dessa imitação Leitesiana, o tal senhor teve direito a aparecer vezes sem conta na TV, e a ser entrevistado pela TVI e por jornais e revistas de semelhante integridade profissional, do mesmo conteúdo cultural com o mesmo público-alvo (e como gostaria eu de praticar tiro ao alvo, de preferência com uma Uzi hebraica, contra o público-alvo da TVI/24 Horas/TV 7 Dias/...) em mente.

O grande artista plástico Andy Warhol, uma vez nostradamuseou que no futuro toda a gente teria direito aos seus 15 minutos de fama. Mal sabia o bom do Mestre Andy que no futuro, num pequeno país, alguém teria o seu quarto-de-hora de glória por ir aos bastidores de um idiota programa de televisão, imitando idioticamente uma frase idiótica de um humorista idiota. Vá lá, pior seria era se alguém ganhava fama por gemer e rogar, num timbre aflautado mas determinado, pleno de luxúria e volúpia animal que lhe enfiassem répteis...na careca.

Esperando em breve poder quebrar as amarras que por ora me deixam plantado, qual velho do Restelo, em terra, incapaz de navegar na net, aqui ficaram as sábias palavras deste sempre vosso amigo S., despeço-me pois com um abraço de amizade. Boa noite e boa sorte.

6 Comments:

Blogger No Pants Jimmy Jamma tornou público que...

Não é por nada, mas é um bocado deprimente tu ainda te lembrares dos nomes dessa gentalha toda, Sérgio...

12:10 da tarde  
Blogger Sergy tornou público que...

Sou amaldiçoado com uma memória assaz estranha, que tanto me faz evocar músicas de programas que ouvia na pré-alvorada dos anos 80, como a me esquecer do que caralhos estava a fazer na 6a-feira quando volto ao labor na 2a.
Confesso que gostava de conseguir purgar a minha memória de tão merdosa e infrutífera informação.

12:28 da tarde  
Blogger Muse tornou público que...

subescreve e tb sobreescrevo e sublinho, assinando convenientemente...

merda pra tvi/24h e coisas q tais!!

4:37 da tarde  
Blogger Goth Mortens tornou público que...

A TVI é o canal abutre. Levados pelo seu espírito mais necrófago, o futuro da TVI está em matar personalidades para poder perder um dia inteiro a noticiar a sua morte. Passado um ano temos mais um dia garantido com a transladação do corpo. Mais tarde temos a família na televisão chorando o facto de ter sido mal tratada no funeral, e depois na transladação. Passado dez anos temos uma semana reservada à memória do falecido e aos seus feitos em vida. E quando passarem 25 anos da data da sua morte...bom...imaginem apenas que a TVI consegue matar 365 personalidades??!!! Temos o quê? Exactamente a mesma grelha televisiva que temos hoje. É uma forma apenas de inutilizar o nº 4 do controlo remoto.

9:52 da tarde  
Blogger W. tornou público que...

PONHA PONHA PONHA PONHA!

11:42 da manhã  
Blogger Inês Ramos tornou público que...

Isto tá mali...tá mali mali mali ...

1:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home