sábado, fevereiro 18, 2006

Boavista (ou não)



Para quem não sabe, eu vejo muito mal (também escrevo muito mal, mas isso nem vem ao caso). Porém não uso óculos, e sim lentes de contacto. Mas não as mudo todos os dias, são descartáveis, e duran quinze dias cada par.
Básicamente, eu coloco-as, e durante 15 dias esqueço-me que sou pitosga, e fico com elas 24/7. Durmo com elas, tomo banho com elas (curioso, se "elas" não fossem lentes, este post - e a minha - seria bem mais interesseante).
Quando passam 15 dias, tiro-as, fico sem lentes duirante 12 horas, e no dia seginte coloco um par novo. Ou seja, feitas as contas, durante 24 horas num mês, eu uso óculos. E para isso, tenho um par de óculos já bem velhinhos. Evidentemente como lhes dou pouco uso, e porque uns óculos novos são caros (já vos disse que sou pobre que tolhe?), não os substituo, embora os meus óculos já peçam reforma. Óculos pequenos até são estéticos, mas os meus não...são grandes e meio tortos. Por isso eu evito sair com eles para a rua. E se tiver que o fazer, gosto de andar sem eles. É uma experência surreal. Parece que estou a ver a realidade filtrada ou através de uma cobertura de plástico. Vejo seres que se aproximam, e veículos na rua, mas não consigo distinguir quem ou o que são a menos que estejam mesmo à minha frente. Parece que estou numa trip de ácido. É giro. :D