sexta-feira, fevereiro 03, 2006

Au! Au! Au!

Há dias, vinha na capa do 24 Horas (onde mais?) a seguinte notícia.
"Cão mata pato em Belém, e fica 3 meses "preso"
(é mesmo verdade, isto veio na capa!!!!!)

Fiquei feliz. Portugal pode ter muitas deficiências, mas a Justiça trabalha afincadamente com o intuito de criar um país mais seguro para os nossos compatriotas patos.
Este é um mundo perigoso, em que as simpáticas aves aquáticas correm o risco de serem vítimas de assassinos cruéis (depois de "Max, o cão polícia", porque não "Dick, o serial killer"?) em plena luz do dia, à vista das autoridades competentes, mas a justiça portuguesa é diligente no que toca a defender os nossos patos.
Se ao menos tomasse as mesmas diligências relativamente aos humanos, deixavam de suceder coisas como cidadães serem esbofeteados à luz do dia, nas barbas da polícia no aeroporto de Lisboa e os prevericadores sairem impunes, porque os polícias têm medo de certa e determinada Organização (parecem o Robocop, e a famosa Directive 4).