domingo, dezembro 11, 2005

Narnia



Continuando com a temática de filmes sobre miúdos envolvidos em terras místicas com seres estranhos (e não, não vou fazer qualquer referência jocosa ao Michael Jackson), achei este filme quase tão bom como o Harry Potter.
(ou até melhor, se pensarmos que este filme tinha o bónus de nos apresentar uma vilã muito cateblanchettiana!