segunda-feira, maio 02, 2005

Black Metal para totós

Bandas de Black Metal irritam-me um bocado...eu sei que isso pode parecer estranho dito por um gajo que vai ver Cradle of Filth no fim-de-semana da Páscoa, mas a verdade é que a minha onda é mais goth/doom...de Black, só gosto de algumas coisas da velha escola norueguesa, como Immortal, Dimmu Borgir, Emperor...mas se me perguntam, eu acho que isso é tudo muito 1990s!
É tudo muito previsível, repetitivo....basicamente, para se fazer uma banda Black Metal, basta seguir esta simples receita:

- Peguem em 4, 5 ou 6 gajos (se forem escandinavos, melhor)!
- Encham-nos de tautuagens cabalísticas e piercings a puxar para o sadó-masó!
- Façam-lhes crescer o cabelo!
- No caso de serem louros, é boa idéia pintar-lhes o cabelo de negro-asa-de-corvo!
- Casacos, calças e botas de couro negro!
- "Corpse-painting" (cara pintada de branco, olhos pintados de negro)!

E está dada a primeira aula, sobre o aspecto exterior da banda!

Agora, escolher um nome para a banda...
normalmente, pode-se recorrer a 3 tipos de nome diferentes:

- o nome duma entidade satânica/pagã (por exemplo, da cultura nórdica)!
- um nome mais ou menos blasfemo/anti-cristão!
- um nome que sugira algo poderoso ou um cenário tétrico!

O logotipo da banda...
convem ser o nome da banda, mas escrito de uma maneira rebuscada, de forma a parecer um símbolo mágico, para que ninguém excepto os fãs mais ardentes consigam identificar...e quantas mais cruzes invertidas tiver, melhor!

Agora a música propriamente dita!

A letra é o mais fácil de tudo, basta escrever metáforas bélicó-demoníacas, e com recurso ao inglês arcaico (ou seja, muito uso de "thou", "thee", etc...).
Em úlima análise, também se pode cantar em norueguês, e que se foda a taça!
Quanto à música, já se sabe, riffs violentos de guitarras, solos de bateria, e é bom também usar um teclado, para dar aquela idéia de música de orgão de igreja!
O vocalista tem que ter uns pulmões do caralho, e "cantar" com gritos profundos e roucos!
Às vezes, cai bem uma vocalista femenina para aquelas "baladas" mais românticas!

O cd...

O cd tem q ser de capa preta...com o logo da banda, uma cena demoníaca, ou sado-masoquista, não raras vezes sexista...o nome tem que ser sempre qualquer merda do género "Satanical Imperial Nordic Battles", ou seja (como tudo o resto) tem que ter referências diabólicas/bélicas/nórdicas/imperiais/medievais.

Finalmente, o material promocional (fotos/posters, imagens no cd, etc...).
Normalmente são os gajos da banda, de tronco nú, de corpse painting, cobertos de tinta vermelha a imitar sangue-de-boi e a empunhar armas medievais ou vikings....a dar uma sugestão homo-erótica.
Convém também divulgar um passado "colorido" para os membros da banda...condenações a prisão, abuso de alcóol e drogas, ligações a círculos demoníacos.

Basicamente é isso!

8 Comments:

Blogger JuleX tornou público que...

Ai aquilo tem musica? Eu uma vez tambem cantei metal, estava mal disposta a vomitar, e a guitarra tinha o amplificador estava estragado, ficou perfeio!

1:15 da manhã  
Blogger Inês Ramos tornou público que...

Só te falte uns detalhes... (Não Bracarenses, eh eh... Esta, só quem «beio» de Braga como Seabra é que percebe :P)...

Os adereços NELES devem deambular por tudo que seja tachas e tachinhas, picos e piquinhos e sem esquecer o *indispensável* CINTO DE BALAS... Sem cinto de balas, não és black-metaleiro nem és nada... Ah! E fundamental botas de plataforma e / ou biqueira de aço!

Nelas, a coisa pia mais fino.
Vejamos...
Quer sejas um cadáverzinho ambulante ou uma autêntica orca nunca são de dispensar as saias mijonas até aos pés em veludos, rendas,cetins, organzas, vinyl e latex, com folhos, enviesadas, evasé, com brocados, adamascados, com fivelas, fechos, argolas, atavios e quanto mais rócócós melhor... E de não esquecer os sufocantes corpetes com ou sem mangas à boca-de-sino embelezados com pentagramas invertidos, runas, crucifixos invertidos e picos... Muitos picos... Já para não falar que o cabelo por vezes adquire cores estranhas como madeixas roxas ou escarlate...

5:32 da manhã  
Blogger Sergy tornou público que...

Ora bem, só que repara, eu escrevi que era para totós...essa informação que pões aí já é para aulas mais avançadas...quanto aos "detalhes", eu não Bim de Braga mas percebo...não te esqueças que o Lois no dia de anos os amigos levaram-lo lá, e ele pensava que aquilo era um bar "normal", até perceber que as empregadas lá eram muuuuito amigáveis!

8:25 da manhã  
Blogger Sergy tornou público que...

Julinha, filha, uma coisa é metal, outra coisa é black metal...e não, black metal não é metal para pretos.

1:18 da tarde  
Blogger Sergy tornou público que...

Olha lá, ó Inês, botas à wilhelmina, também não são bem?

1:19 da tarde  
Blogger Sir Paul Cezar tornou público que...

Porque é q nao fazes um post sobre musica?

6:27 da tarde  
Blogger A Besta tornou público que...

Sou um fã de metal e gosto particularmente de black metal. gosto especialmente do metal mais extremo. Há muitas bandas boas de black, assim como existem outras tantas que são realmente muito ranhosas, que para mim se encaixam perfeitamente na tua descrição. Adoro a cena nordica, mas já não estamos no inicio dos anos 90 e todos sabemos que não é preciso andar o mais artilhado possivel para se ser musico de black metal. Também já estou um bocado farto daquela atitude do "tenho que ser mau, por isso vou às pinturas da minha mãe e vou pintar a fronha com uns desenhos bem evil".

3:17 da manhã  
Blogger Sergy tornou público que...

Sir Paul, metal É música...não sejas preconceituoso...besta, essa minha descrição foi feita com carácter satírico!:)

6:20 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home