sexta-feira, março 18, 2005

Abelha Maia

Abelha Maia




Não sei se estão familiarizados com uma versão satírica-pornográfica da canção-tema do saudoso desenho animado da Abelha Maia.
O refrão versa mais ou menos neste sentido:

"O Calimero foi à cona à Abelha Maia
Veio-se, esporrou, sujou-lhe a saia
Maia, puta do caralho
Fode, fode sem parar"

Claro, que o assunto é fértil em variações sobre o tema.
Por exemplo, estudava eu na faculdade, e obrigávamos os caloiros a cantar uma versão semelhante, mas na qual o pintainho negro demonstrava uma tendência mais anal-ítica relativamente aos orifícios de Maia

Apesar das paródias de músicas existentes merecerem a minha preferência, considero que o cenário descrito vernácularmente na letra, se bem que divertido e brejeiro q. b., afigura-se deveras improvável. Calimero e Abelha Maia habitarem universos diferentes, e o facto de aparecerem juntos no mesmo espaço implicaria um exercício de cross-over, quiçá rentável para os detentores dos direitos de autores, se eles quisessem atingir um nicho de mercado composto por sujeitos nostálgicos na casa dos vinte e muitos, trinta anos, mas que no momento me parece improvável.
Mas mesmo se isso acontecesse, e mesmo que se ignorasse o facto do sexo entre os personagens vir distorcer o sentido inocente original dos ditos desenhos animados, penso que seria fisicamente impossível o coito vaginal (ou anal) entre um galinácio e um insecto.

2 Comments:

Blogger JuleX tornou público que...

é perfeitamente possivel que eles se teenham encontrado num universo paralelo, ou não

Eu pergunetei-lje o seu nome era Maiaaaaa

12:29 da manhã  
Blogger Sergy tornou público que...

Até se podem ter encontrado...mas duvido que se tenham comido

3:47 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home