segunda-feira, fevereiro 07, 2005

Por exemplo, a geração dos meus pais tinha música de intervenção como esta

Nasceu no Sul, é mais castiça e mais morena
Gosta de Fado, vai ver os toiros na arena
Mas as do Centro são as mais raianas
O doce olhar e o sorriso das tricanas
E as do Norte são mais claras, de pele branca
São muito alegres, muito simples, muito francas

Onde vais, Portuguesa bonita
Volta atrás para escutar a canção
Que essa capa, com fitas de prata
É que alegra e mata o meu coração
E o sorriso com que tu me encantas
Dá vida e aquece a minha ilusão

As da Madeira são tão lindas como as flores
E a Natureza favorece as dos Açores
Mas as que vivem longe da terra natal
Têm alguém que as canta em Portugal
Por todas tenho muito amor, muita ternura
No meu caminho fica sempre uma aventura

Onde vais, Portuguesa bonita
Volta atrás para escutar a canção
Que essa capa, com fitas de prata
É que alegra e mata o meu coração
E o sorriso com que tu me encantas
Dá vida e aquece a minha ilusão


São os amores que eu já vivi na minha vida
Mais um adeus, mais um regresso e a despedida
Sou saltimbanco, vou de terra em terra
E a todas levo mais um sonho e uma quimera
Já corri mundo mas fiquei com a certeza
Que a mais meiga é a mulher portuguesa

Onde vais, Portuguesa bonita
Volta atrás para escutar a canção
Que essa capa, com fitas de prata
É que alegra e mata o meu coração
E o sorriso com que tu me encantas
Dá vida e aquece a minha ilusão


Meu Deus, porque é que já não há baladeiros como o José Cid??

2 Comments:

Blogger magicgypsy tornou público que...

O homem ainda não morreu, não lhe vislumbro é sucessores à altura.
De facto a "portuguesa bonita" está prenhe de metáforas.
"A natureza favorece as dos Açores" parece-me um verso desnecessário. Demasiados sismos.

1:55 da tarde  
Blogger Sergy tornou público que...

O homem não morreu, tem é poucas peças originais!
Agora é vê-lo vendido à sociedade de consumo, a cantar para o Lipton Ice tea . "Amor é amour, mein liebe, love of my life..."

9:12 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home