quarta-feira, fevereiro 23, 2005

Folclore Gótico!



Ok, já que agora é moda modificar letras de música, eu tenho uma nova versão do "Anel de Noivado" do Trio Odemira!
Só que como é evidente, no meu caso não tem grande piada...aliás vai ser uma cena de um humor muito mórbido! Ficam avisados!

"Caixão de Pinho" do Trio Ode Morte

A igreja estava toda iluminada
Muita gente lá chorava, eu também fui para ver
Ninguém sabe a tristeza que eu sentia, porque mesmo nesse dia
Ia a enterrar a mulher amada!
Ela chegou no seu lindo caixãozinho
Feito com tábuas de pinho
Bela como eu nunca imaginei
E ninguém sabe da terrivel verdade
Por causa dos meus ciúmes fui eu quem a matei!

À saída da igreja iluminada
Pronta para ser enterrada
A mulher que eu adorei
Entre prantos de parentes e de amigos
Acerquei-me e disse-lhe "desculpa lá se te matei"
E aconteceu o que eu nem sequer pensava
Ela ainda respirava e estava na tampa do caixão a socar
E foi enterrada viva, sem saber que cá encima
Os remorsos que sentia iam-me fazer esta noite suicidar!
Posted by Hello