segunda-feira, janeiro 24, 2005

Ritos de Primavera

O dia é azul!
Vêem-se estrelas de esperança e promessas de futuro! A natureza renasce em flor, finda a hibernação. Tudo renasce, no infindo ciclo-natura. Por todo o lado, ressureição e vida.
O mundo parece respirar de alívio. O cinza do longo e frio inverno está finalmente finado, olvidado. A palete agora só tem matizes alegres. Azul celestial, verde esperança, amarelo ouro. As árvores vão-se cobindo de folhas, flores e frutos. Os animais sobreviventes vão acordando, e é grande sua agitação e algazarra. Carpas prateadas saltam alegres no rio. O chilrear dos pássaros é ensurdecedor. É doce também a sonoridade dos dóceis e herbíveros mamíferos. Mas o ciclo da vida é também cruel, e em breve haverá sangue e morte quando os predadores saírem das grutas-refúgio de Inverno. É esta a lei da cadeia alimentar, da Natureza.
Tudo funciona assim. Já não há equações variáveis. Tudo é harmonia como no princípio dos princípios.
Após milénios de tortura, a paz. O problema auto-solucionou-se, o vírus eliminou-se a si mesmo. A erva cresce agora sobre as ruínas. Dentro de aluns séculos, já não haverá vestígios civilizacionais. Nenhum animal está agora danado por essa maldição chamada raciocínio!

2 Comments:

Blogger A Besta tornou público que...

Que quadro bem pintado com as tuas palavras. A nossa inteligencia faz de nós umas bestas.

1:16 da manhã  
Blogger Sergy tornou público que...

Obrigado!
A inteligência pode ser um benefício ou uma maldição.
Sinceramente acho que um animal racional é um erro crasso da Natureza, ou de Deus, ou de Alá ou de Jeová ou de Jah ou do caralho que for!
Evitem a inteligência jovens, a inteligência fode-vos a cabeça e não traz a felicidade. Basta olharem para mim, que teve uma OD de intelecto e fiquei como fiquei!:)

1:11 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home