terça-feira, janeiro 18, 2005

Perspectiva temporal

Depois do Inferno do fim-de-semana, estes dias até estão a passar depressa.

É uma coisa curiosa, o tempo. É algo fugidio e ilusório.
O tempo fode com as nossas cabeças, prega-nos partidas crueis.
As horas passam a correr, os minutos arrastam-se sem fim.
Para dizer a verdade, acho que o tempo não existe; é uma mentira inventada por nós para podermos "organizar" a nossa vida.
Eu acho que só existe o presente, o aqui e agora.
O passado não existe, nem nunca existiu, o passado é uma característica da mente humana, é a nossa memória. O "passado" não é igual para todos, existe como o queremos recordar, depende da nossa visão intepretativa de acontecimentos que tiveram lugar, que já foram o aqui e agora.
O futuro não existe, nem nunca existirá, o futuro é uma característica da mente humana, é a nossa imaginação. O "futuro" é subjectivo e abstracto, os nossos objectvos, planos e sonhos de "futuro" não mais são que meras projeções optimistas do ego.

10 Comments:

Blogger Dr. Hee tornou público que...

Não sabia que eras tão profundo. Parabéns.

9:07 da tarde  
Blogger Sergy tornou público que...

Obrigado Dr Hee!!
O meu blog é anárquico, eu escrevo o que me passa pela cabeça.
Logo os meus posts variam totalmente, tanto posso escrever contos dfe ficção pseudo-góticos, como meter chalaças, como filosofar!
Comenta mais vezes, eu vou ao neurónio todos os dias!

9:10 da tarde  
Blogger Dr. Hee tornou público que...

Eu também visito regularmente o teu blogue. Comento pouco porque sou preguiçoso como o caraças. Sou o gajo mais preguiçoso que conheço. Sou capaz de ir para a cama com vontade de mijar e só me aliviar no dia seguinte. É doloroso. Não aconselho a ninguém.

9:18 da tarde  
Blogger Goth Mortens tornou público que...

O presente também não existe. Se pensares um pouco chegas a conclusão de que nunca te encontras realmente no presente porque quando pensas nisso ele já passou, e passa logo a ser parte da memória. O tempo passa demasiado depressa para que haja passado, presente ou futuro.

10:43 da tarde  
Blogger Miss I tornou público que...

E pensar que foi preciso vir o Eistein para dizer que o tempo era relativo.. bah.. basta apanhar uma seca descomunal ou estar sozinha em casa com um gajo para ver logo como o tempo é hiper relativo! :P

1:00 da manhã  
Blogger marypopins tornou público que...

o tempo pode trazer maravilhas, curar feridas... mas como ha sempre um senao, pode trazer lembranças.
a vida nao é k cada um viveu mas a de quem viveu e como vive para conta-la

1:39 da manhã  
Blogger marypopins tornou público que...

gosto do teu blog rapaz

1:44 da manhã  
Blogger Morte Negra tornou público que...

O tempo é nada!

E não cura as feridas mais profundamente abertas. Se as fechar, quanto muito deixa cicatrizes horrendas e desfigurantes.

1:49 da tarde  
Blogger marypopins tornou público que...

mas ajuda a apagar certas memorias que nao queremos na cabeça... o tempo as vezes faz maravilhas outras vezes ainda confunde mais e leva ao desespero. as vezes tenho vontade de manmdar no tempo... poder parar em certos momentos ou reviver situaçoes bonitas do passado

11:50 da tarde  
Blogger Sergy tornou público que...

Ena, tanto feed-back!
E pensar que eu escrevi este post quase a xonar no emprego!:)

8:27 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home