sexta-feira, novembro 26, 2004

A língua francesa é "sechi"!

Antes de mais nada, eu quando digo "lingua francesa" não me estou a referir ao que os espanhóis chamam "un francés" que é basicamente um broche ("un grego" é uma enrabadela, mas não vamos por aí!)!
E, sim, eu sei que os franceses falam á panilas, são snobs, arrogantes, racistas, xenófobos, mal encarados (e essas são só as qualidades), mas admito que a língua francesa é a mais romântica e "sechi" do mundo.
Se não, vejam este exemplo:
Imaginem um gajo e uma gaja a cantar uma música romântica em português e o gajo diz:
"Eu vou, eu vou e eu venho entre os teus rins, eu vou e eu venho entre os teus rins, e eu me contenho"
e a gaja gemia e dizia:
"Eu amo-te, oh sim, eu amo-te"
e o gajo dizia com voz rouca e macha, como todos os Serges têm
"Eu já não!!!"


Não soava bem, pois não???

3 Comments:

Anonymous Anónimo tornou público que...

Nós, como somos assim como somos, temos na Galiza uma linda canção de amor dos "Herdeiros da Crus" titulada "Criatura" que vai como segue:

"Despois de tanto tempo vivindo 'chachi guai' [fixe]
agora colles mala [ma] puta e crávasme por trás
escrévesme parvadas e non paras de chamar
Mandaríache á merda se che quixera falar
Saes con tipos que che poden levar
a moitos mais sitios cá [que a] lambretta do meu pai
e che ofrecín de todo corazón
a cociña, a salita, e a miña habitación.
Non quero nada de ti, non quero nada de ti
nen o rosario da túa puta nai
Ai pendella! Asemelláste ao teu pai.
Dis por aí que ando bébedo coma un can
que son un desgrasiado, que me portei moi mal
agora mala 'perra' vóltasme chamar
e cóntasme catro contos p'ra voltarme a liar.
Non quero que me olles cando me vexas pasar
andando pola rúa, sentado nalgún bar
Se che pasa a ti algo parecido
Ai filla da puta, ben o tiñas merecido!!!

Logo têm outra sobre um tipo q namora com uma puta, ou aquela da moça q compra um cão para logo o coitado do namorado descobrer que lhe estaba "lambendo na caralla"... mas isso é uma outra história!!!

Isto sim q é romântico e 'sechi'!!! ;)

Xoán.
Viva o Norte Bárbaro!

6:14 da tarde  
Blogger Sergy tornou público que...

É verdade!!
Que linda adaptação aos tempos modernos da literatura dos cantares de amor e de amigo galaico-portugueses!
Vou ver se saco isso no e-mule!

11:14 da tarde  
Anonymous Anónimo tornou público que...

Foda-se! Esquecera um dos temas populares mais conhecidos do floclore galaico... Isto serve para demonstrar às feministas q na nossa terra os homens sempre fuimos uma merda dentro duma sociedade de clã matriarcal... Pq não há estudos sobre isto e só sobre os patriarcados? será conveniência ou pura casualidade? ;)

"Non me fodas no camiño,
Non me fodas no camiño que non son unha cadela
Bates cos collóns na lama, bates cos collóns na lama
énchesme a cona de merda
(repeter)
Se a cona tivera dentes,
se a cona tivera dentes
Cantos carallos voludos
cantos carallos voludos
andarían sen cabeza"

Xoán
Viva o Norte Bárbaro (bis) :)

10:37 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home